domingo, 12 de agosto de 2018

Custo da viagem à Turquia e Georgia


Muitas vezes nos têm perguntado, diretamente ou indiretamente, o custo da nossa viagem à Turquia e Georgia, e até, de uma forma geral, das viagens que fazemos.
Só agora é que estivemos a fazer as contas e já vos posso dizer quanto gastamos nesta viagem de 34 dias, o que isso inclui e ainda umas dicas de como poupar em viagem ;)

Voos internacionais
Em relação aos voos internacionais, normalmente arranjamos preços baratos, essencialmente porque não somos nós que escolhemos os países para onde vamos, mas são os países que nos escolhem a nós :)
Queremos visitar muito mundo, por isso só compramos voos que estejam em promoção. Claro que ter flexibilidade nas datas ajuda muito a encontrar bons preços!
Voos nacionais
Para voos nacionais, dentro do destino, procuramos companhias low cost. Foi o caso da Air Pegasus na Turquia, AirAsia na Ásia ou Ryanair na Europa.
Transportes terrestres
Em relação aos transportes terrestres, tentamos utilizar sempre os mais locais e não turísticos. Demoram um pouco mais, mas temos sempre uma história para contar :) Para além disso, raramente têm ar condicionado, o que é muito mais saudável!

Visto
O visto, quando necessário, compramo-lo pela internet. Normalmente é mais barato.
Aqui está o site que utilizamos para tirar o visto para a Turquia: https://www.evisa.gov.tr/en/

Alojamento
Relativamente aos custos com alojamento, nós pesquisamos os sítios para dormir onde toda a gente também pesquisa: Airbnb, Booking e em muitos países da Asia e América Latina utilizamos também o Agoda.
Uma das coisas que fazemos sempre, antes de partir de viagem para um país com um custo de vida mais baixo do que o nosso, é saber quais os canais mais utilizados pelos locais. Em muitos países da Asia e América Latina, o Agoda tem preços mais baixos do que o Booking, e mais oferta. Por isso, antes de tudo, é estudar como é que as pessoas de lá fazem... 
Outra coisa que fazemos é pesquisar, nestas plataformas, por alojamentos em casas particulares onde vivem as famílias. Nos sítios mais caros optamos por partilhar casa com residentes, que foi o caso de Istambul, e temos sempre experiências maravilhosas!
Outras alternativas que usamos são o CouchSurfing e o HouseSitting, que são plataformas colaborativas de alojamento.

Alimentação
No que respeita a alimentação, durante esta viagem fomos apenas a 2 ou 3 restaurantes. E é o que normalmente fazemos. 
Mesmo que fiquemos 2 ou 3 dias, preferimos um sítio que tenha condições para cozinhar qualquer coisa e comemos em casa. Fica mais barato e acima de tudo é mais saudável. Para viagens grandes é mesmo importante!
Quando queremos comer fora ou até em dias de viagem, normalmente optamos pela comida de rua. Nunca tive nenhum problema de saúde. O segredo é só comer o que está a ser cozinhado no momento :)


Roteiro
  • Voo internacional Porto-Istambul 
  • Voo doméstico Istambul-Trabzon
  • Soumela Monastery
  • Ayder Yaylasi
  • Uzungol Mahallesi
  • Batumi
  • Tbilisi
  • Borjomi
  • Vardzia
  • Kars
  • Voo doméstico Kars-Istambul
  • Voo internacional Istambul-Porto

Excluindo o voo internacional Porto-Istambul, gastamos 24€ por dia, por pessoa.
Este valor inclui:
  • Seguro de viagem
  • Visto
  • Voo interno Istambul-Trabzon
  • Aluguer de carro por uma semana, seguro e gasóleo
  • Outros transportes públicos via terrestre
  • Entrada em monumentos e museus e uma excursão de um dia na Georgia
  • Alimentação
  • Alojamento (não restringimos no alojamento, porque tínhamos que trabalhar e precisávamos de conforto. Ainda assim, os alojamentos onde estivemos foram desde 8,50€/noite a 25€/noite, para duas pessoas)

Tendo em conta os sítios e alojamentos maravilhosos em que estivemos e as experiências fantásticas que tivemos, penso que gastámos pouco! Ainda assim não sentimos que tivessemos feito restrições no nosso dia-a-dia.

Se tiverem outras questões que gostassem de ver respondidas, ou se tiverem dicas de viagem para partilhar, força! Comentem :)

Raquel Ribeiro. Com tecnologia do Blogger.