quarta-feira, 25 de maio de 2016

A nossa primeira experiência de HouseSitting

Já há muito que queríamos iniciar-nos nesta opção de vida. Se por um lado permite-nos viajar poupando recursos, por outro permite-nos conhecer lugares, culturas, pessoas e estilos de vida incríveis, pondo ao serviço do outro uma das coisas que melhor sabemos fazer: cuidar do espaço e animais.
Se ainda não conheces este conceito clica aqui.

A nossa primeira experiência foi numa casa na zona da Serra da Sertã, rodeada de floresta e com vista para o rio Zêzere. Tínhamos que cuidar de dois cães de grande porte e 6 galinhas.
Nem nas nossas melhores previsões imaginámos um cenário tão fantástico: pela vista fabulosa, pela doçura dos animais, pela acessibilidade dos donos, pelos percursos pedestres de cortar a respiração...
Se achávamos que o HouseSitting podia ser uma boa alternativa para nós, agora percebemos que ainda estamos longe de descobrir o seu verdadeiro potencial...

 Um pequeno vídeo que fizemos sobre esta experiência, que ilustra o nosso dia-a-dia :)


A nossa rotina
A nossa rotina era acordar bem cedinho e abrir a porta de casa aos cães. Ir ao galinheiro abrir a porta às galinhas, ver se há ovos, colocar mais comida e água fresca e palha nos poleiros. Depois ir dar um passeio com os cães e tratar do pequeno almoço para eles e para nós :)

segunda-feira, 23 de maio de 2016

HouseSitting: Um estilo de vida que facilita a mobilidade



Muitos de nós sentem nalgum momento das suas vidas que queriam mudar de vida. Eu senti imediatamente que, para a mudança que eu precisava, teria que conseguir viver com menos, para poder dar atenção àquilo que de facto me parecia essencial, sem que isso prejudicasse uma das coisas que mais me inspira: viajar. Daí ter procurado outras formas de o fazer, utilizando o novo paradigma que vivo:

Less is More!




O que é o HouseSitting?
Comecei a utilizar uma plataforma que se chama TrustedHousesitters e que consiste em interligar pessoas que precisam de se ausentar da sua residência, com outras que possam cuidar da sua casa e animais, durante o período de ausência. Assim, a troco do alojamento, os cuidadores oferecem a sua disponibilidade e dedicação. É possível encontrar estas trocas em muitas partes do mundo!
Desta forma fica provado, mais uma vez, que para conhecer novos lugares e culturas não é necessário ter-se muito dinheiro ;)

(Des)Conferência sobre Sustentabilidade: Warm Up 2016 - Economia e a Gestão do Todo

A programação do WARM UP trata-se de uma espécie de aquecimento para o grande evento de cidadania, ambiente e sustentabilidade CIDADEMAIS, que irá decorrer entre os dias 7 e 10 de julho de 2016, nos jardins do Palácio de Cristal, no Porto.
O Warm Up é feito de um Ciclo de Espaços Abertos. O primeiro tema debruçou-se sobre a Economia e a Gestão do Todo (21 de maio), e os seguintes debruçar-se-ão sobre as Organizações do Futuro (18 de junho) e a Ética Empresarial (1 de julho). Sempre em círculo, durante a manhã assiste-se à apresentação e discurso dos oradores e de tarde inicia-se o Espaço Aberto. Esta metodologia dinâmica e inclusiva permite que todos os participantes sejam intervenientes ativos na construção da agenda e discussão do tema.

domingo, 22 de maio de 2016

Conferência Internacional: Espiritualidade, Ecologia e Sociedade

 No final da tarde do dia 20 de maio de 2016 assisti a esta Conferência, cujo tema tenho investido menos nos últimos meses: a espiritualidade.
Foi muito bom ter estado presente. Apercebo-me do quão é importante esta dimensão na minha vida, para me manter alinhada e conectada comigo mesma.
Voltei a relembrar que o pensamento plasma a ação, daí ser muito importante o cuidado com aquilo que pensamos. Ampliarmos também o nosso círculo de compaixão e abraçarmos outros elementos que parecem não estar tão diretamente ligados a nós. Perceber que, por exemplo, posso ter uma ligação mais forte com a minha família, mas que o senhor que está a passar por mim na rua também está ligado, assim como o cão que passeia ao lado dele, ou até a árvore do jardim onde nos encontramos. Somos elementos que, queiramos quer não, têm ligações profundas entre si.

sexta-feira, 6 de maio de 2016

3 Dias sustentáveis numa cabana no centro de Portugal

A Julie e o Steve vieram para Portugal há 4 anos. Ele foi escultor plástico e ambos trabalharam na área educativa. Ele é um artista cheio de humor, e ela uma excelente terapeuta, comunicadora e anfitriã.

Compraram um terreno em Benfeita, Coja, que tinha apenas uma ruína em xisto e mais nada à volta e deram início à sua reconstrução, passo-a-passo. Nunca tinham construído uma casa, mas o Steve tem um dom muito especial ;)
Para a sua construção utilizaram os diversos tipos de madeira que estavam disponíveis, como o pinho, carvalho e eucalipto. Reciclaram ainda lindíssimos móveis antigos.
A casa é orgânica e mágica e simplesmente dá vontade de lá permanecer.

Este sonho demorou cerca de 2 anos a materializar-se e durante esse tempo este casal viveu numa linda cabana pré-fabricada que trouxe do Reino Unido, e que hoje serve de Bed&Breakfast para turistas. Talvez pela sua envolvência na natureza e por ter sido utilizada para as terapias da Julie anteriormente, esta cabana convida mesmo à paragem e ao repouso. A eletricidade é gerada através de energia solar, a água vem da montanha e é filtrada, e o fogão é a gás. A retrete é de cassete, como as que se usam nas caravanas. Foi a primeira vez que utilizei e fiquei fã! Os produtos de banho e limpeza são ecológicos, alguns feitos pela Julie.
Raquel Ribeiro. Com tecnologia do Blogger.