domingo, 11 de novembro de 2012

DIA 14 - O Fantástico imprevisto!

Estava previsto ficar duas noites no Ilhéu das Rolas e por volta das 16h30 começo a ouvir uns rumores que não há água, não há luz, e quando dou conta está a recepção a pedir desculpa, mas diz que um gerador avariou na semana passada e agora avariou o segundo gerador e não sabem quando virão a água e a luz. Uma peça avariou e tinham que ir à cidade de S. Tomé busca-la, o que queria dizer que pelo menos durante aquela noite íamos continuar assim.


Eu achei que seria super emocionante passar lá a segunda noite à base de baldes de água e velas, até porque no dia a seguir tinha uma excursão a iniciar no Sul da Ilha de São Tomé, do outro lado do Ilhéu das Rolas, mas depois comecei a ver toda a gente a ir embora e fiquei com medo de estar lá num quarto sozinha, com tudo às escuras na Ilha, sem nada para fazer durante as 12 horas seguintes… E pronto, decidi vir também.  

No bote

Foi uma aventura! Tudo numa excitação a arrumar as malas já meio às escuras, para apanhar os barquinhos. Sim, porque o barco grande também estava avariado... Tivemos que vir nuns botes de madeira que levam 16 pessoas. Foi um para nós e outro para as malas. Já era mesmo noite cerrada quando atravessamos o mar. Foram 20 minutos de barco, sem ver nada, apenas as estrelas… 

Acertamos com o pequeno cais, com a ajuda dos faróis do nosso autocarro do outro lado. E aquela noite estava estrelada, que nem é costume…  
Já no autocarro, a caminho da cidade de S. Tomé

Havia gente mesmo furiosa e havia uma senhora já a falar em pedir indemnizações. É ridículo... 
Lá ajudei a carregar as malas e andei com os locais e depois conversei um bocadinho com o motorista e perguntei-lhe como é que ele vivia e pedi-lhe desculpa pelos comentários. Ele riu-se e respondeu-me que os turistas são mesmo muito esquisitos. Não percebe o que querem…
Parece-me que quando vamos para uma cultura diferente devemos ter abertura e respeitar as suas normas. A "norma" europeia é válida para a cultura europeia, mas em África é tudo diferente e se não queremos sujeitar-nos é melhor nem irmos…

O meu alojamento no Ilhéu das Rolas :)
A piscina do resort do Ilhéu das Rolas
As praias do Ilhéu das Rolas
O resort e o Ilhéu, visto de cima
Marco do Equador, que divide hemisfério norte e sul
 Latitude 0 e Longitude 6º 31' Este


Related Articles

0 comments:

Enviar um comentário

Raquel Ribeiro. Com tecnologia do Blogger.